Fenaj FenajPrev FNDC
Menu
Redes Sociais
Untitled Document

Face

Destaques
  • .: - Eleições 2016
    Resultado final da apuração Exerceram o dever e o direito...


  • .: - Eleições do Sindicato e da Fenaj
    Na próxima semana os jornalistas filiados ao Sindjor participam de...


  • .: - Eleição da Fenaj
    GOIANOS PARTICIPAM DAS 2 CHAPAS NA ELEIÇÃO DA FENAJJornalistas...


  • .: - Nota de repúdio
    O Sindicato dos Jornalistas de Goiás vem, publicamente, repudiar a...


  • .: - Nota de repúdio
    Sindicato dos Jornalistas repudia ação do Grupo Jaime...


  • Galeria de Fotos
    11 09 2013 14 49 35 1 11 09 2013 14 54 44 1 11 09 2013 14 52 44 1
    imagem 007 28cf30 1 imagem 001 1 274491 1 imagem 006 2223b2 1

    Eleições 2016

    em: 22-07-2016 09:25:10 (10) .:
    Resultado final da apuração
     
    Exerceram o dever e o direito do voto, 130 (cento e trinta) eleitores de um total de 240 (duzentos e quarenta) aptos. A Chapa “Em defesa da democracia, do jornalismo e dos jornalistas goianos”, única registrada para o pleito 2016/2019, recebeu 114 (cento e quatorze) votos. Foram registrados 15 (quinze) votos em branco e 1 (um) nulo. Os votos para a Comissão de Ética ficaram assim distribuídos: Antonio Pinheiro Sales, 117 (cento e dezessete) votos; Dehovan da Silva Lima, 98 (noventa e oito) votos; Elma Dutra, 94 (noventa e quatro) votos; Silvio José da Silva, 93 (noventa e três) votos; Washington Soares de Araújo, 75 (setenta e cinco) votos e Leonardo Iran da Silva, 62 (sessenta e dois) votos.
     
    Segue abaixo a chapa completa:
     

    Executiva

    Presidente:  Luiz Antonio Spada

    Vice-presidente: Alexandre Alfaix de Assis

    Secretário-geral: Márcio Venício Nunes

    1º Secretário administrativo:  Rodrigo Nunes Leles

    2ª Secretária Administrativa: Rosângela Aguiar de Guimarães

    1º Tesoureiro:  Cláudio Curado Neto

    2º Tesoureiro:  Luiz Cláudio do Nascimento Cavalcante

     

    Sec. de Sindicalização e Exercício Profissional:

    Denise Rasmussen Reis

    Cristiano Soares Leobas

     

    Sec. Comunicação e Eventos:

    Laurenice Noleto Alves

    Sheilismar Marina Ribeiro Pinto Silva

     

    Sec. de Formação e Integração com as  Instituições de Ensino Superior:

    Antonio Carlos Borges Cunha

    Renato Antonio Dias Batista

     

    Sec. de Assuntos Jurídicos e Saúde dos Jornalistas:

    Paulo Nunes Gonçalves

    Fausto Rodrigues Borges

     

    Conselho Fiscal

    Efetivos

    Robson Filene de Oliveira

    Juliana Miranda Barbosa do Carmo

    Sergio Ricardo Lessa Gomes

     

    Suplentes

    Mantovani Antonio Fernandes

    Júlio Antonio Machado de Santana

     

    Delegação do Conselho de Representantes da FENAJ:

    Efetivos

    Alexandre Alfaix de Assis

    Márcio Venício Nunes

     

    Suplente

    Cláudio Curado Neto

     

    Comissão de Ética:

     Efetivos

    Antonio Pinheiro Sales

    Dehovan da Silva Lima

    Elma Dutra

    Silvio José da Silva

    Washington Soares de Araújo

     

    Suplente

    Leonardo Iran da Silva

    Eleições do Sindicato e da Fenaj

    em: 14-07-2016 10:02:27 (18) .:
    Na próxima semana os jornalistas filiados ao Sindjor participam de duas eleições. A primeira nos dias 19 e 20.07 (terça e quarta-feiras) temos eleição para a nova diretoria do Sindicato. Apenas uma chapa se inscreveu com o nome de Luiz Spada (O Popular) como presidente, Alexandre Alfaix (TCE) vice e Márcio Venício (TV Anhanguera ) como secretário-geral (abaixo a chapa completa). 
    Simultaneamente nos dias 19,20 e 21.07 temos eleição para escolha da nova diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ. Somos a única federação de trabalhadores que realiza eleição direta para sua diretoria. De Goiás temos quatro nomes na disputa. Na Chapa 1 a candidata a presidente nacional é a goiana Maria José Braga (Zequinha). Luiz Spada é candidato na chapa 1 a vice-presidente regional Centro-Oeste. Apoiado pela Chapa 1, temos o nome de Pinheiro Salles para a Comissão Nacional de Ética. Já na Chapa 2, a goiana Alessandra Lessa é um dos três nomes que compôem a Comissão de Assessoria de Imprensa.
    Uma urna ficará permanente na sede do Sindicato (avenida Anhanguera com Tocantins, 13º andar). Outra urna será volante percorrendo principais locais de trabalho de jornalistas na capital e Anápolis. O roteiro desta urna será divulgado na segunda-feira pelo facebook do Sindicato.
    Podem participar como eleitores os jornalistas filiados e em dia com o Sindicato.
    Venha participar desta grande demonstração de democracia dos jornalistas brasileiros!

    Chapa 1

    Executiva

    Presidente:  Luiz Antonio Spada

    Vice-presidente: Alexandre Alfaix de Assis

    Secretário-geral: Márcio Venício Nunes

    1ª Secretária administrativa:  Rodrigo Nunes Leles

    2ª Secretário Administrativo: Rosângela Aguiar de Guimarães

    1ª Tesoureira:  Cláudio Curado Neto

    2º Tesoureiro:  Luiz Cláudio do Nascimento Cavalcante

     

    Sec. de Sindicalização e Exercício Profissional:

    Denise Rasmussen Reis

    Cristiano Soares Leobas

     

    Sec. Comunicação e Eventos:

    Laurenice Noleto Alves

    Sheilismar Marina Ribeiro Pinto Silva

     

    Sec. de Formação e Integração com as  Instituições de Ensino Superior:

    Antonio Carlos Borges Cunha

    Renato Antonio Dias Batista
     

    Sec. de Assuntos Jurídicos e Saúde dos Jornalistas:

    Paulo Nunes Gonçalves

    Fausto Rodrigues Borges

     

    Conselho Fiscal

    Efetivos

    Robson Filene de Oliveira

    Juliana Miranda Barbosa do Carmo

    Sergio Ricardo Lessa Gomes

     

    Suplentes

    Mantovani Antonio Fernandes

    Júlio Antonio Machado de Santana

     

    Delegação do Conselho de Representantes da FENAJ:

    Efetivos

    Alexandre Alfaix de Assis

    Márcio Venício Nunes

     

    Suplente

    Cláudio Curado Neto
     

    Comissão de Ética:

    Antonio Pinheiro Sales

    Dehovan da Silva Lima

    Elma Dutra

    Sílvio José da Silva

    Washington Soares de Araújo

    Leonardo Iran da Silva

    Eleição da Fenaj

    em: 11-07-2016 09:13:55 (15) .:

    GOIANOS PARTICIPAM DAS 2 CHAPAS NA ELEIÇÃO DA FENAJ
    Jornalistas goianos participam das duas chapas que disputam, nos próximos dias 19 a 21 de julho, a eleição direta para a nova diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas. Na chapa 1 "Em defesa da democracia, do jornalismo e dos jornalistas " são dois representantes. Maria José Braga (Zequinha) é a candidata a presidente nacional. Já Luiz Spada é candidato a vice-presidente da regional centro-oeste. Na chapa 2 "Hora de reagir: renovar a Fenaj em defesa dos jornalistas", a goiana Alessandra Lessa é um dos três nomes indicados para compor o departamento de mobilização em assessoria de imprensa.
    A eleição contará com urna instalada na sede do Sindicato e uma urna volante que percorrerá as principais redações.
    Participe!

    Nota de repúdio

    em: 01-04-2016 12:19:52 (272) .:

    O Sindicato dos Jornalistas de Goiás vem, publicamente, repudiar a atitude covarde do vereador Weder Chimango Dias de Oliveira, vulgo “Denguinho”, da cidade de Niquelândia-Goiás, que no início da tarde do ultimo dia 31 de março de 2016, por meio telefônico, fez uma série de ameaças ao jornalista Euclides Gonçalves de Oliveira, da mesma cidade e correspondente local do jornal Diário do Norte.

    O áudio da ameaça sugere, inclusive, ameaças a vida do jornalista.

    Fatos como este merecem o total repúdio da sociedade e dos jornalistas e providências foram solicitadas ao Secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás.

    Desde já este Sindicato se coloca ao lado do profissional, e do veículo ao qual presta serviços, para todas as ações que se fizerem necessárias.

    Goiânia, 1 de abril de 2016

    Diretoria do

    Sindicato dos Jornalistas de Goiás

    Nota de repúdio

    em: 04-03-2016 15:34:21 (132) .:
    Sindicato dos Jornalistas repudia ação do Grupo Jaime Câmara de demitir sindicalista

    O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de Goiás dirige-se à categoria e à sociedade em geral para repudiar a prática antissindical do Grupo Jaime Câmara (GJC) que, na última quarta-feira, demitiu o jornalista Paulo Nunes, membro do Conselho Fiscal do Sindicato. O jornalista trabalhou por 37 anos na sucursal de Anápolis do jornal O Popular e recentemente havia sido transferido para Goiânia, numa tentativa de fazê-lo pedir demissão. Ao não respeitar a estabilidade sindical de um jornalista sindicalista, o GJC demonstra sua falta de compromisso com o Estado de Direito e seu desprezo pela categoria profissional que é a principal responsável pelo maior patrimônio do jornal: sua credibilidade.
    A demissão de Paulo Nunes foi o ápice de uma operação empresarial que podemos definir como operação desmonte. Há cerca de um ano está em prática no jornal O Popular, que é principal jornal diário do Estado, uma reforma editorial que, em vez de valorizar, está esvaziando o Jornalismo. Nesse período, mais de 30 profissionais foram demitidos pela empresa, a pretexto de redução de despesas sob o falso argumento de adequação orçamentária. A situação intensificou-se nos últimos meses.
    Para uma empresa que se pretende líder de mercado, a prática de O Popular aponta para outro rumo. Trata-se, isso sim, de dizer não ao Jornalismo.
    A maioria dos mais de 30 profissionais demitidos ao longo dos últimos meses tinha vários anos de bons serviços prestados ao Jornalismo, e ao jornal em particular.
    A experiência que esses profissionais poderiam repassar aos mais jovens – a maioria do quadro da redação enquadra-se nesse perfil, portanto recebendo salários bem inferiores – foi desprezada.
    Quem tem mais a perder com esse lamentável quadro não são os profissionais demitidos, mas sim a própria empresa que, ao abandonar o Jornalismo como pressuposto básico de seu veículo, tende a perder leitores. Também perde a sociedade goiana que, a cada dia que passa, tem menos informações de interesse público para balizar seus juízos e ações.
    O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de Goiás lamenta que esse tenha sido o rumo adotado até aqui pelo Grupo Jaime Câmara e espera que se dê um basta às demissões. O Sindicato, especialmente, chama a atenção do GJC para a ilegalidade da demissão de um jornalista sindicalista, o que nunca havia ocorrido, que também se configura como uma prática antissindical. Ao mesmo tempo, pede a imediata reintegração de Paulo Nunes nos quadros da empresa. O Sindicato espera que se dê um basta às demissões e que os jornalistas voltem a ser valorizados, para que haja uma retomada da prática do bom Jornalismo.

    Diretoria do Sindicato dos Jornalistas de Goiás

    Goiânia, 4 de março de 2016
    

    Documento sem título